Tem dias que o fardo parece ser mais pesado do que aparentemente ele é. Em consequência os pensamentos se voltam para aquele sentimento da busca pelo aperfeiçoamento em tudo o que você​ faz. Neste exato momento parece que toda aquela força de indesistível foi em vão e você se frustra por um erro que estava sujeito a sofrer. Tudo parece errado e nada mais certo. Uma confusão se faz presente para tirar a paz.

Minha pergunta é: Será que tudo isso é maior do que o que está em nós? Ou melhor, de Quem está em nós.
Não temos qualquer um ao nosso lado. Dentro de nós. Habitando. Não é uma pessoa simples e comum. Temos Jesus. Yeshua Hamashia. Deus Emanuel. Deus entre nós. Ah! Só de falar Seu nome a pele arrepia e o coração palpita, e tudo que eu achava estar perdido é encontrado nEle, que tem todo o poder sobre o que nós somos e sobre o que nós fazemos.

Mais importante é ser do que fazer. O que você é não muda pelo o que você faz. Mas, se o que você faz interfere no que você é, é preciso um pouco mais de cuidado e atenção, porque o fazer nunca foi mais significante do que o ser.

Minha oração: "Deus, molda o meu pensar de acordo com o que você enxerga em mim e de mim, não pelo o que posso fazer quando estou com Você, mas por quem eu me tornei por causa do Teu amor. Mais, muito mais que vencedor."


2 Comentários

Seu comentário é sempre bem-vindo! ♡